domingo, fevereiro 04, 2007

À Procura da Felicidade

(The Pursuit of Happyness, EUA, 2006)



Mais do que um drama edificante à americana, sobre ascensão social nesse mundo sempre injusto e competitivo, uma tocante história de pai e filho, e a luta diária desse pai, Chris Gardner (Will Smith), vendedor falido que sonha em ser corretor da bolsa e, contra todas as possibilidades, consegue arrumar estágio sem remuneração numa financeira, enfrentando ao mesmo tempo as íngremes ladeiras de São Francisco, o abandono da esposa, o despejo e a crônica falta de dinheiro, para dar dignidade a sua cria e ser feliz, acima de tudo, de acordo com o ideal concebido pelos pais fundadores da grande nação americana, como Alexander Hamilton, James Madison, John Jay, Benjamin Franklin, Thomas Jefferson e George Washington, e que é sublinhado na Constituição do país. Ou seja, um direito legítimo para Chris, mas que colide com uma realidade nem sempre edificante.

Caminhos já trilhados, mas filme dirigido com muita, mas muita sensibilidade pelo italiano Gabriele Muccino (O Último Beijo, Para Sempre na Minha Vida) e que tem a determinação impressa no olhar de Will Smith como um de seus grandes trunfos. De bônus, um bom retrato da América nos anos 80, quando o país passava por uma segunda depressão econômica e, ainda assim, imperava o modo de vida yuppie, de gente endinheirada que pouco se importava com o que estava acontecendo debaixo de seus narizes, para onde Muccino aponta a câmera com freqüência. E, de resto, lágrimas, mas sem exageros melodramáticos. Mérito do diretor. E de Will, claro, que também produz o filme e atua ao lado de seu filho na vida real, Jaden Smith.

1 comentário:

taiyungok disse...

Hello! Mozilla Firefox web browser has updated,Please visit my blog,Free download Quickly