sábado, janeiro 06, 2007

Diamante de Sangue

(Blood Diamond, EUA, 2006)



Guerra civil, genocídio, facões, mutilados, refugiados, crianças empunhando metralhadoras, Aids. Enfim, o horror africano de cada dia, desde os tempos de Conrad. Aqui, com Leonardo DiCaprio como um “africano tranqüilo” e um sotaque estranho. Alguma ação e muita parolagem do tipo “Save the Africa”. Já foi feito antes, já foi feito melhor, ainda que sem a linda Jennifer Connelly. O filme chamava-se Falcão Negro em Perigo (2001), de Ridley Scott. Este, cinema de verdade.

2 comentários:

Ailton disse...

Eu prefiro o DIAMANTE DE SANGUE. Heheeh.. Devo escrever sobre o filme hoje pro blog. Mas já adianto que gostei bastante. Só o final é que é derrapante.

Lorde David disse...

Acho Zwick um cineasta muito convencional. Não me empolgou nem neste, nem em O Último Samurai. A vantagem neste Diamante é que ele tem coragem de dar cabo no protagonista, o que não conseguiu fazer em Samurai, talvez pelo fato de Tom Cruise ter sido também o produtor daquele filme.