terça-feira, outubro 16, 2007

Stardust - O Mistério da Estrela

(Stardust, Reino Unido/EUA, 2007)



Uma estrela cadente assume formas belamente femininas ao cair na Terra (Claire Danes) e é disputada por príncipes fratricidas, uma bruxa cheia de sortilégios (Michelle Pfeiffer, muito bem-aproveitada), que, junto com as irmãs também bruxas, quer manter intacta a sua beleza e juventude, e por um jovem apaixonado, Tristan (Charlie Cox), que, da mesma forma que seu pai fizera anos antes, cruza o muro que separa o mundo real do mundo imaginário, a fim de capturá-la e impressionar a garota mais bonita (e comprometida) da aldeia (Sienna Miller), nesta divertida e movimentada aventura inspirada na obra ricamente ilustrada de Neil Gaiman. Dirigida com inteligência por Matthew Vaughan (Nem Tudo é O que Parece), que, fiel às belas ilustrações de Charles Vess do livro original, evita a orgia de efeitos especiais computadorizados todo o tempo, algo tão comum em produções contemporâneas do gênero, privilegiando os diálogos bem-humorados, as situações ora sombrias, ora encantadoras, ora intimistas e as boas atuações de todo o elenco e ainda assim mantendo o tom épico nesta fábula que tem muito do espírito juvenil de Willow, A Lenda, O Feitiço de Áquila e, principalmente, de A Princesa Prometida, mas desta vez sem sintetizadores na trilha sonora e que tem como ponto alto uma das mais engraçadas performances de um Robert De Niro muito à vontade, dançando Can-Can e usando vestido, na pele do muito “macho” pirata capitão Shakespeare. Por vezes irregular, uma fantasia escapista que não tem, felizmente, vergonha de terminar com o bom e velho “e viveram felizes para sempre...”, como há muito tempo não se via no cinema.

5 comentários:

Thales Oss disse...

Uma bruxa? Pfeiffer? A verdade é que hoje em dia ela ta parecendo uma bruxa mesmo! XD

Lorde David disse...

Eu não achei, Thales. Aqui, ora ela está horrível mesmo, ora está bela, embora nem tanto quanto em Hairspray ou em Nunca é Tarde para Amar, filme que, pelo jeito, só eu gostei, hehehe. Um abraço.

Ailton disse...

Esse é outro que eu vou ver na base da "baixaria". :) Também, quem mandou só trazerem cópias dubladas pra cá?

Lorde David disse...

Uma pena que só lançaram dublado por aí, até porque é um filme para ser visto mesmo no cinema.

Earnshaw disse...

Vi ontem o filme e tenho que admitir que superou as minhas expectativas!