sexta-feira, agosto 24, 2007

A Morte Pede Carona

(The Hitcher, EUA, 2007)



Pari passu ao roteiro original de Eric Red, sem dar muitas explicações, veloz (dura menos de uma hora e meia), mas não tão furioso quanto o clássico homônimo dos anos 80, pois sua violência aqui é mais estetizada, menos enervante, e a sujeira toda do anterior é filtrada pelas lentes da fotografia de estética publicitária empregada pelo diretor Dave Meyers. E a garota, neste vivida pela bela Sophia Bush, ganha mais destaque que o rapaz do filme antigo, caçados sem motivo aparente por um psicopata implacável (Sean Bean, no papel que foi de Rutger Hauer), durante uma travessia pelas estradas desertas do Novo México. Ela, inclusive, em vez de sair correndo gritando, vira nos derradeiros momentos uma espécie de clone, com botinhas e microssaia até, das caçadoras de zumbi com TPM de Resident Evil. Razoável, no entanto, como filme de ação, com alguns sustos e boas cenas de perseguição (sim, eu curto ver carros capotando), mas na minha opinião a refilmagem do filme de Robert Harmon já havia sido feita antes, melhor e se chamava Breakdown – Perseguição Implacável (1997), intensa película dirigida com muito brilho por Jonathan Mostow.

3 comentários:

Ailton disse...

Foda mesmo esse filme do Mostow, cineasta que anda bastante sumido.

Leandro Caraça disse...

O meu medo é que depois de "Exterminador 3" o sucesso tenha lhe subido a cabeça. Ele tem dois projetos engatilhados : o remake de "Seconds" e o filme do Namor para a Marvel.

Lorde David disse...

Não sei onde li que uma das razões para o sumiço de Mostow era que ele era muito preguiçoso. Passava a noite na Internet, pesquisando argumentos para projetos que nunca eram concretizados, ou vendo TV e por isso acordava tarde para caramba, hehehe. Mas ano que vem ele deve voltar. Espero.