quarta-feira, dezembro 20, 2006

Insomnia

Madrugada. Ansiedade. Calor. Clima perfeito para uma insônia daquelas. E na TV, no Intercine, uma peróla histórica, “homenageada” por Lucia Murat em Olhar Estrangeiro: Lambada – A Dança Proibida, produzida a toque de caixa pelo picaretão Menahem Golam, da prolífica Cannon Group, aproveitando a onda da canção da Kaoma na Europa em 90. No elenco, em meio a índios brasileiros fake com cocar apache, a sexy “nativa” Laura Elena Harring (Mulholland Drive) como estrela e o cult Sid Haig (de Rejeitados pelo Diabo). A truly masterpiece! Engraçado que vista hoje em dia e, comparada ao funk, a lambada parece uma valsa em sua graciosidade! Já no SBT, a jóia de fato, Endurance – A Persistência de um Atleta (99), sobre um corredor e suas origens humildes na Etiópia até a conquista da medalha de ouro nos 10 mil metros nas Olimpíadas de Atlanta. A típica história do vencedor que supera todas as dificuldades. Mas contada de maneira diferente, como docudrama por Leslie Woodhead e Bud Greenspan, com fabulosa trilha sonora de Hans Zimmer e produção de ninguém menos que Terrence Malick, cujo estilo permeia muitas das cenas. Pena que nunca tenha sido lançado em DVD.

Tinha curiosidade de ver ambos os filmes. Claro que o primeiro era uma curiosidade pra lá de mórbida, ainda mais depois do documentário de Murat. Acho que às vezes os filmes nos perseguem. E depois de Lambada, que venha então a exibição do lambido Orquídea Selvagem na madrugada! E sem cortes, por favor!

2 comentários:

Ailton disse...

melhor que a lambada, só a lambida mesmo. Heheh.. Rapaz, com o corre-corre da semana, eu me esqueci de marcar pra gravar esse filme. A curiosidade está mais por causa da Laura Harring, que é mui gostosa...

Lorde David disse...

Depende de quem for a lambida, hahaha. Mas grave o filme da próxima vez, Ailton. Ou baixe, ou troque, mantenha semore vivo o interesse pela lambida, ou melhor, lambada. Hehehehe.