segunda-feira, junho 18, 2007

Andata e Ritorno – Finale

Addio:



A surpresa nas idas e vindas pela Toscana: a estância hidromineral de Montecatini Terme e a principal terma, o Tettuccio, em estilo neoclássico, de uma cidade bastante agradável.



E a despedida na cosmopolita Milão, já longe da Toscana, após cometer inúmeras infrações de trânsito na chegada à cidade com um ultrapotente Fiat Panda 1.3. Felizmente, longe da visão dos carrancudos Carabinieri. Na foto, a rua mais chique da cidade, a Via Montenapoleone, cenário de um filme brega-chique de mesmo título nos anos 80, e um dos carrinhos que circulam por lá.



Falando em máquinas, um estacionamento de carros “populares” na cidade.



Na terra das mamas e das igrejas, mais uma: o imponente Duomo, principal símbolo de Milão, em estilo gótico tardio, cuja restauração removeu a cor escura e a sujeira da fachada e das agulhas.



E, para encerrar em grande estilo, uma noite na ópera (Lady Macbeth, de Dimitri Shostakovic), no célebre Teatro Alla Scalla. Agora de volta à correria do trabalho, enquanto ainda existe. Aos poucos. Adagio sostenuto. Ma non troppo. E aos filmes, talvez, e na versão original e não mais dublados em italiano, per favore, pois os italianos são como os americanos. Ou seja, têm uma preguiça enorme de ver filmes legendados nos cinemas. Dublam tudo. Ainda asssim, foi muito divertido ver Grindhouse em italiano, com direito a trailer de La Terza Madre, novíssimo filme de Dario Argento, e intervalo no meio da sessão. E ainda assim, é admirável o gosto cinéfilo deles. Em Castelnuovo ou Milão, por exemplo, vê-se vendido nas bancas todo tipo de filme. São pilhas e pilhas de DVDs, amontoados de qualquer jeito nas preteleiras, que vão desde sucessos recentes aos clássicos de Hitchcock e Kubrick, vendidos em fascículos, e os gialli de Umberto Lenzi, Lucio Fulci e Dario Argento, além, claro, dos eróticos de Tinto Brass. Mas isso fica para um outro post, se a musa inspiradora ajudar. Arrivederci e até breve. Espero.

3 comentários:

Leandro Caraça disse...

Belissimo !!!

Anónimo disse...

Lorde belissimo.... mas gostei muito dos carrões rs....só faltou uma foto sua perto dos carrões...pra fechar ....
beijos,

Queila 20/06/2007

Lorde David disse...

Belíssimo mesmo, Leandro. Só ficou faltando o filme do Argento. Afinal, filmes dele na telona são cada vez mais uma raridade. Um abraço.

Oi, Queila. Eu tinha uma foto assim, mas fiquei com vergonha de postá-la. Sabe que é, tive um súbito ataque de conscientização social e tal, e achei aquilo tudo uma ostentação sem limites num país tão desigual como o nosso. Bobagem, meu nariz acabou de crescer mais um pouco: a foto é que não ficou lá muito boa, hehehehe. Um beijo.